sexta-feira, dezembro 13, 2013

«As canções que ouvimos são suaves, mas atraem-nos/ ainda mais/ as que não escutamos: continuai pois, melodiosas flautas,/ o vosso ritmo. Não para o ouvido corpóreo: mais íntimas,/ entoai para o nosso espírito as canções silenciosas.» Copiado à mão, um dos melhores dos poemas de um dos maiores e mais precoces poetas, a Estrela Cintilante

Sem comentários: