terça-feira, novembro 26, 2013

«Se as portas da percepção estivessem purificadas, tudo apareceria ao homem tal como é: infinito.» William Blake

2 comentários:

Anónimo disse...

Om Bhavam Namah
Sanskrit mantra - I am absolute existence. I am a field of all possibilities.

Anónimo disse...

Gosto do céu porque não creio que ele seja infinito.
Que pode ter comigo o que não começa nem acaba?
Não creio no infinito, não creio na eternidade.
Creio que o espaço começa algures e algures acaba
E que aquém e além disso há absolutamente nada.
Creio que o tempo teve um princípio e terá um fim,
E que antes e depois disso não havia tempo.
por que há-de ser isto falso? Falso é falar de infinitos
Como se soubéssemos o que são ou os pudéssemos entender.
Não: tudo é uma quantidade de cousas.
Tudo é definido, tudo é limitado, tudo é cousas.


- Alberto Caeiro