quinta-feira, outubro 31, 2013

Amador sem coisa amada

Resolvi andar na rua/ com os olhos postos no chão./ Quem me quiser que me chame/ ou que me toque com a mão [...] António Gedeão

2 comentários:

CCF disse...

Fantasticamente simples e bonito.
~CC~

Sr Joao disse...

:)