quarta-feira, setembro 18, 2013

Rogério Casanova, revelando a sua admiração por Christopher Hitchens, explica que mais do que aquilo que pensa, aprecia como pensa. É esse o ponto. Mais do que concordar ou discordar - sabe reconhecer o como.

2 comentários:

Anónimo disse...

A propósito da forma, mas também do conteúdo.
Descobri este artigo e lembrei-me de ti.

http://www.theguardian.com/books/2013/sep/13/jonathan-franzen-wrong-modern-world

Sr Joao disse...

Muito obrigado. Acabei de o ler.