terça-feira, agosto 20, 2013

Liga-se a televisão e é quase sempre estúpido.Sorri e irrita-se perante o ecrã luminoso com o que querem que sorria e se irrite. A maioria quase nunca têm razão. A hiper-informação matou o rigor. Os livros mais lidos quase nunca perdurarão, quase nunca prestam. Na arte, os best sellers nunca são long sellers. A maioria das pessoas defeca opinião sem O MÍNIMO conhecimento das coisas. Assimila acriticamente sem mecanismos de defesa. Cospe pela boca o que lhe impingem no cu. Reproduz, perpetua. Já viste como se comporta uma multidão, um grupo, uma legião?

3 comentários:

Anónimo disse...

Carneiros, gente estúpida, brutos, cospem disto, engolem aquilo, sem educação, etc, etc, etc - a análise está feita há muito tempo. Qual é a proposta de mudança?

Sr Joao disse...

O anarco-primitivismo na senda de John Zerzan, Theodore Kackynski, Thoreau.

Anónimo disse...

Óptimo, então proponha, proponha, que propor tem bastante mais piada.