quinta-feira, agosto 01, 2013

- Eu não sou desprendida; sou tão presa, que por vezes tenho de saltar. Não sou fria nem distante; tenho a sensibilidade de um vaso delicado que se fecha com medo de quebrar.

Sem comentários: