domingo, agosto 25, 2013

Conversas da burguesia interceptadas num restaurante

Pai 1: - O João tirou agora um MBA, foi o melhor aluno da turma. E ele dá-se muito bem lá com os colegas. Vai jantar com eles e tudo. Pode ser que arranje lá um bom contacto... Pai 2: - Sim, senhor. O João sempre foi um rapaz socialmente muito bem enquadrado. Pai 1: - É, mas o gajo, pá, tem a mania de tirar dúvidas aos outros. Já lhe disse mais do que uma vezes: não dês o teu conhecimento, vende-o. Ninguém dá nada a ninguém. Até uma cantora anda lá no MBA, veja lá... Eu vi umas fotos dela no Facebook. Uma tipa jeitosa... O João tira-lhe dúvidas... Uma cantora... Aquele João tem uma paciência. Para dar umas voltas, ainda vá. Mas, porra, não quero netos de uma cantora. Pai 2: - Ele sabe o que faz. É uma pessoa dirigida. Pai 1: - Ele gasta é um balúrdio em fatos. Agora, descobriu o Rosa & Teixeira e não quer outra coisa. Gasta muito. Já lhe disse que parece o Governo socialista. (Risos.) Pai 2: - A paixão do Eduardo são os carros. Agora, anda fisgado num Audi. Aquilo tem umas jantes e um motor que é um espectáculo, pá. Ele era para vir hoje, mas já tinha combinado andar lá com os colegas de mota de água. Pai 1: - Fez bem, fez bem. Quando é ele volta para Angola? Pai 2: - No fim do mês, no fim do mês. Então e o meu amigo já deixou o golfe? Pai 1: - Oh, pá, a malta lá da Sonae é uma brigada de artroses. (Risos.) Pai 2: - Um dia destes, desafiou-o para um partidinha de squash? Pai 1: - Não tenho coração para isso. Pai 2: Faz ao seu ritmo. Vai gostar. Levo-o ao meu ginásio, aquele tem umas pequenas bem jeitosas. E não há ali pé de chinelo... Um sítio óptimo. Pai 1: Ténis ainda aceito. Pai 2: Também pode ser. Tem de fazer desporto. Pai 1: A Mariana é que é uma boa jogadora. Ela foi campeã inter-regional aos 17 anos. Pai 2: Vai um uisquezinho? Pai 1: Sim. Chame aí a rapariga.

1 comentário:

Anónimo disse...

mundo de vencedores: um enjoo.