segunda-feira, julho 08, 2013

Um dos maiores elogios

- A minha maior fobia é entrar numa casa alheia. Nunca me sinto à vontade para ser eu. Gosto de estar meio despido com os pés na mesa. Sinto-me sempre constrangido, especialmente em casas em que se respira burguesmente, em que há cerimónia, vigilância, gestos controlados. Hipocrisia. Não suporto. Fico doente. Não poder pôr a beata onde quero, poder deixar cair um pinga no sofazinho novo. A tua casa é o único sítio que sinto como uma extensão da minha casa. Que é uma casa e não uma instituição. Gramo à brava poder ter descoberto um sítio em que posso ser eu além da minha pocilga.

Sem comentários: