segunda-feira, julho 01, 2013

Ele foi criticado e com razão, mas eu achei a frase de uma bravura, comicidade, genuinidade. A verdade é que o seu interlocutor fica com uma fácies digna de uma fotografia.

- Ei, tu estás obcecado com a ideia de que quero «comer» a tua mulher. É mentira. Além de não gostar de determinantes possessivos, digo-te a verdade. Eu quero conquistar a «tua» mulher. Não comê-la. De resto, abominar isso verbo aplicada a seres humanos. [Lembrei-me de Herberto Helder. O Bom Ladrão não é o que rouba a cinza, mas o fogo.]

Sem comentários: