quarta-feira, abril 03, 2013

- Mas se tu não tiveste um período de grande sofrimento, não consegues ter empatia com pessoas que passam por isso. Uma depressão é a forma de passarmos por um processo de autoquestionamento, de formulação das perguntas essenciais, sem o qual esse trabalho interior nunca é conseguido. É duro, muito duro, mas passa sempre e aprende-se o mais importante. Lembro-me sempre da frase de uma mulher que teve cancro e depressão em momento diferentes e disse: «Prefiro o cancro à depressão.»

3 comentários:

Luis Rodrigues disse...

Diz isso porque teve oportunidade de o dizer.
Quem não o sobrevive ao cancro não o diz, e não o diria.

Um deprimido disse...

Há quem não sobreviva à depressão.

Cândida disse...

Quem tem cancro tem, geralmente, depressão e graves crises existenciais. É, portanto, duplamente afectado.