quarta-feira, fevereiro 13, 2013

«Making love with a woman and sleeping with a woman are two separate passions, not merely different but opposite. Love does not make itself felt in the desire for copulation (a desire that extends to an infinite number of women) but in the desire for shared sleep (a desire limited to one woman).» Milan Kundera, The Unbearable Lightness of Being Talvez que a pergunta não devesse ser: com quantas dormiste?; mas: com quantas acordaste?

2 comentários:

Anónimo disse...

Podemos acordar e adormecer uma vida inteira ao lado de alguém com quem dormimos apenas.
A pergunta deveria ser: "Com quantas pessoas quiseste ter sono no mesmo exacto momento?"
Não haverá muito maior prova de amor do que desejar estar acordado sempre que o outro está. Não perder um segundo dos seus cinco sentidos despertos.

Efi


Sr Joao disse...

Isso.