segunda-feira, dezembro 03, 2012

Haikus


Gelo pouco espesso
e, sob ele, armadilhado
um brilho do poente.

Yoshino Yoshiko

Nuvens no céu
Ocultando a luz.
Cinzento em mim.


?


Paz e silêncio –
Vinda da chuva, a borboleta
Entra no meu quarto.

Enomoto Seifu

Sem comentários: