quarta-feira, maio 23, 2012

Ninguém é tão ofensivo como um escritor a falar de outro escritor

Nabokov sobre Conrad: «I cannot abide Conrad’s souvenir shop style and bottled ships and shell necklaces of romanticist cliches.» Nabokov sobre Fiódor Dostoiévski: «Dostoevky's lack of taste, his monotonous dealings with persons suffering with pre-Freudian complexes, the way he has of wallowing in the tragic misadventures of human dignity - all this is difficult to admire.» Nabokov sobre Hemingway: «As to Hemingway, I read him for the first time in the early forties, something about bells, balls and bulls, and loathed it.»

4 comentários:

Anónimo disse...

«bells, balls and bulls» resume fantasticamente bem a coisa!!

Anónimo disse...

também acho. e a aliteração dá o polimento final

Anónimo disse...

Mas há por aí muitos Hemingways que se proclamam Fitzgeralds.

Anónimo disse...

Nota: hemingways e fitzgeralds em caixa baixa.