terça-feira, maio 15, 2012

«Durante toda a vida, eu não podia sequer conceber no meu íntimo outro amor, e cheguei a tal ponto que, agora, chego a pensar por vezes que o amor consiste justamente no direito que o objecto amado voluntariamente nos concede de exercer tirania sobre ele.» Fiódor Dostoiévski

1 comentário:

Storyteller disse...

Olha que bela citação!
;D