domingo, maio 06, 2012

Do fim do homem renascentista

Numa época tecnocrata em que tanto se alteiam especialistas, eis duas definições. «O especialista é um homem que sabe cada vez mais sobre cada vez menos, até acabar sabendo tudo sobre nada.» (George Bernard Shaw) «Especialista é um sujeito que só não ignora uma coisa.» (Millôr Fernandes) Quem só sabe de economia nem de economia sabe.

Sem comentários: