sexta-feira, maio 11, 2012

Depois de procelosa tempestade,/ Noturna sombra e sibilante vento,/ Traz a manhã serena claridade,/ Esperança de porto e salvamento;/ Aparta o sol a negra escuridade,/ Removendo o temor do pensamento/ Camões

Sem comentários: