quinta-feira, maio 24, 2012

«Consigo expulsar a alma. E a vida não me dói.» Sá-Carneiro

Sem comentários: