domingo, maio 01, 2011

Mundinhos e Mundo

Há quem tenha mundo e quem tenha mundinho.

Conheço pessoas da Igreja que só conhecem o seu mundinho.

Conheço pessoas do PCP que só conhecem o seu mundinho.

Conheço carreiristas que só conhecem outros carreiristas.

Conheço casalinhos que só conhecem outros casalinhos.

Gosto mais de quem se dá com pessoas de dentes podres e pessoas de fato Armani, de quem é transversal nas idades, na geografia, nas tribos, nas crenças. De quem não limite a conhecer as pessoas da «escola», da «universidade», do «trabalho», da «vizinhança».

1 comentário:

Anónimo disse...

Ter mundo é experimentar, interagir, aprender sempre nas mais diferentes circunstâncias e com pessoas diferentes. Ao entrevermos um pouco do mundo dos outros, construímos o nosso mundo de uma forma caleidoscópica (mas dispenso os "dentes podres", lol).