segunda-feira, abril 11, 2011

- O Salazar conhecia bem os vícios portugueses. Não é por acaso que hoje estamos a vê-los vir ao de cima. Salazar foi importantíssimo em 1932 nas finanças. A austeridade que praticou era de alguém que percebia bem o problema dos portugueses. Veja-se o que deram 35 anos de democracia. Outra coisa que percebia bem era a sede ao pote dos corruptos, aqueles que se metia na política só por dinheiro. Nestes dois pontos, ninguém o pode atacar. O Salazar obrigava os ministros a levarem mantas de casa para não gastar em aquecedores. Tirando isso, foi o coveiro de Portugal.

Sem comentários: