quarta-feira, março 16, 2011

Andas de táxi em Portugal, em Lisboa, com um motorista preto e descobres o que é o racismo.

As pessoas olham de esguelha, o tipo da moto lançou um insulto baixo (sem sequer ter razão) por causa da faixa, os peões não agradecem na passadeira e a polícia quase enfia a cabeça dentro da janela como-que-a-dizer-mas-este-táxi-foi-roubado.

Imagina o que é trabalhares 12 horas por dia assim.

2 comentários:

Anónimo disse...

... andas com um branco de quase 75 anos e quase és violado(a)!!! O preto sofre o racismo do branco na "própria pele"!!! Quer queiramos quer não, o racismo há-de sempre existir de ambas as partes!!! Mas este comentário não faria muito sentido, até pelo seu início, se não tivesse uma conclusão, tipo "moral da história": epá, eu acho que a malta tá toda possuída ... alguém deve ter colocado um alucinogéneo na água da rede pública!!!!!! E não, não ando a ver muitos filmes, antes visse, e isto não passasse de uma péssima produção de "ficção centrífuga!!!!!!!
g.

speauneum disse...

geralmente, os peões também não me agradecem na passadeira, mesmo se tiver tomado banho...

quanto ao polícia... sabes que as estatísticas mostram que, em cada 1000 agentes da autoridade, há 974 que são uns merdas...