quarta-feira, janeiro 19, 2011

No livro Sete Fôlegos de um Combatente, Carlos Brito diz que Cunhal, no fim da vida, acabou por prejudicar o objecto do seu amor: o PCP. Com medo de que este se esvaziasse ideologicamente, evitou que se abrisse à modernidade - enquistando-se, perdendo votos e militantes.

Utiliza uma metáfora poderosa - diz que foi como a mãe que de tanto amar o filho, o abraçou até o sufocar.

Sem comentários: