terça-feira, janeiro 04, 2011

- A matança da minha mãe nem foi muito má. Foram só três meses de sofrimento. A minha filha Amália ainda faz a matança do porco.

Sem comentários: