quinta-feira, janeiro 06, 2011

- És um poço infinito. Tu... tu és perfeito - ela disse.
- Não digas isso.
- Porquê?
- Porque assim só te posso desiludir.
- Tu és uma merda. Está melhor assim?
- That´s better - sorriu.

Sem comentários: