quarta-feira, janeiro 19, 2011

- Acho lindíssima a ideia de alguém que se possa apaixonar pelo que escrevemos.

1 comentário:

Anónimo disse...

... especialmente se for ficção e esse alguém não perceber!