terça-feira, dezembro 07, 2010

- Na minha casa, entra quem eu quero. Formigas ao piquenique? Não, obrigado. Eu sei que sou tão bem-amado quanto mal-amado. Nem na família, no jantar de Natal, deixo entrar quem não gosto. Não sou hipócrita! Sinto-me bem com as pessoas que estou bem. Com as pessoas que gosto. Isso de nine to five não é para mim. Patrões, não obrigado. Não dou simpatia a quem não simpatizo; a mim, parece-me lógico. Chamem-me antipático. Agora, não falho na palavra. Mesmo com quem não simpatizo, faço tudo aquilo a que me comprometo. Felizmente, a vida tem-me permitido não lamber cus a ninguém. Porra, lamber cus que não gosto não é para mim.

Sem comentários: