quinta-feira, dezembro 30, 2010

- A maior partes das mulheres é mais interessante do que os homens. Mas os homens mais interessantes são mais interessantes do que as mulheres mais interessantes.

5 comentários:

serrasantos disse...

É uma observação complicada. Penso que depende de cada mulher, ou de cada homem, bem como do assunto.

Já viram que consegui escrever 3 linhas sem dizer nada?

Um dia escrevo um livro, cheio de linhas, que não diga absolutamente nada.

Isto não é uma critica a este blog. É uma critica a comentários que aparecem por vezes, desprovidos de conteúdo. É uma critica a tantos livros totalmente em branco.

Anónimo disse...

Oh serrasantos, já estás como eu, às vezes... Acontece a todos, eheh. :)
Beijinhos e boas entradas em 2011! E já agora, votos de boas saídas e melhores entradas no novo ano, também para o Sr. João.

V.

serrasantos disse...

Um bom ano V. E para todos.
Um ano cheio de linhas interessantes.

Anónimo disse...

bom ano a todos! obrigado, luís

Anónimo disse...

Bem... esta observação é um pouco ridicula... Claro que depende da pessoa e do assunto! O problema não me parece que seja esse... o problema é o facto desta questão nem sequer ser pertinente! Quem pensou nessa teoria devia estar a utilizar as suas capacidades noutra coisa que não filosofia ou antropologia ou neurologia (há diferenças fisiológicas entre ambos os sexos não é?), nem sei em que ciência se pode enquadrar esta teoria...

Debatendo outras coisas...
Nem todas as observações desprovidas de posição definida são insípidas. Não é tudo preto ou branco, nem há uma só resolução correcta para o mesmo problema. É importante conseguirmos analisar os diferentes ângulos de um problema e reflectir sobre ele com o máximo de creatividade que nos fôr possivel... Por vezes esta situação pode sugerir dificuldade em assumir posições, ou ambivalência, mas não quer dizer que o seja.

Fui insípida?

Já agora, uma boa entrada em 2011 para todos!

Joana